Chegar na lateral do adversário é uma tarefa árdua e desgastante, mas mantê-lo nessa situação o tempo necessário para ganhar a pontuação referente à passagem de guarda, é mais complicado ainda.

                Na minha academia, trabalhamos com cinco posições básicas para estabilização lateral, mas isso muda de escola para escola.

                Neste artigo falarei um pouco sobre a estabilização lateral, mais conhecida por 100kg, e demonstro em uma videoaula como inverter o adversário de uma dessas situações e também uma chave de braço para quem está estabilizando por cima.

ESTABILIZANDO O 100KG

                Primeiramente, preciso que você entenda que o ataque realizado de forma perfeita, sempre será mais eficiente que a defesa, ou seja, se a técnica do ataque for realizada de forma correta, sem nenhum erro, não existe saída.

                Então quer dizer que não temos o que fazer e que devo desistir quando o adversário estabilizar a passagem de guarda?

                Não foi isso que eu quis dizer. Quando digo que não existe saída, me refiro ao ataque sendo realizado 100% correto, sem nenhum erro e totalmente estabilizado, partindo da premissa de que o adversário sabe todos os detalhes técnicos possíveis para estabilizar tal posição. Se o adversário não tiver total domínio técnico de como estabilizar uma posição específica, já temos uma brecha e podemos explora-la.

                O que você deve fazer é antecipar o ataque do adversário, seja para já impedir que ele estabilize, ou para que ele cometa algum erro técnico que nos permita buscar um espaço para sair dessa situação.

                Existem várias formas de manter o adversário de costas no tatame na estabilização lateral e se realizada de forma correta, as possibilidades de fuga são mínimas. O que muitos não entendem, é que após o adversário ter passado a guarda, ou simplesmente ter caído diretamente “no 100kg”, ele poderá ficar sem movimentação por apenas 20 segundos. Após esse tempo, o árbitro irá puni-lo e obriga-lo a se movimentar, e é nesse momento que devemos tentar achar uma brecha na técnica do adversário e buscar sair dessa situação.

PUNIÇÃO POR FALTA DE COMBATIVIDADE

                Quando você está vencendo a luta e está em uma posição mais confortável, é natural diminuir o ritmo da luta e esperar o tempo passar com mais tranquilidade. Entretanto, você não pode ficar mais de 20 segundos sem buscar progredir na posição que se encontra. Vale ressaltar, que apenas ficar fazendo transições de uma posição do 100kg para outra, não é considerado progressão e para realmente progredir, é necessário buscar uma posição passível de pontuação ou a finalização.

                As punições no Jiu-Jitsu são acumulativas e na quarta punição o atleta será desclassificado.

INVERSÃO DO 100KG

                Como falei anteriormente, existem várias formas de estabilizar o 100kg e nessa videoaula demonstro como inverter o adversário em uma dessas situações. Nesta técnica, será necessário um pouco de flexibilidade para trazer a perna para cima e buscar a pegada na lapela por baixo da própria perna.

                Após a inversão, ensino também uma chave de braço, que ajudará você a surpreender aquele adversário que faz uma pegada na sua lapela e estica o braço empurrando você para o lado.

                Caso tenha alguma dificuldade em uma dessas técnicas, deixa um comentário que farei o possível para tentar ajudá-lo.

ESTABILIZANDO O 100KG DE UM ATLETA MAIS FORTE

                Sei que você pode estar dizendo que quando o adversário é mais forte, a estabilização se torna bem mais complicada e realmente isso é verdade.

                Se o adversário for muito mais forte, há possibilidade de mesmo com a técnica 100% perfeita, você não consiga estabilizar por muito tempo e até perca a posição. Neste caso, você deve antecipar as saídas do adversário e aproveitar sua velocidade para realizar as transições entre as posições do 100kg, e até mesmo, buscar a montada, pegada de costas ou quem sabe finalizar na chave de braço como demonstrei no vídeo acima?

                Mas a diferença física inversa também atrapalha. Se você é mais pesado e não aguenta mais aquele “levinho” dando giro, a opção é trava-lo. Busque uma pegada e vá travando os giros do adversário até que você consiga chegar em uma estabilização segura, ajuste a posição e daí em diante, movimente-se sempre o mais justo possível, afim de evitar que o adversário comece a se movimentar novamente.

PONTUAÇÃO DO VÍDEO

                Assistiu a videoaula? Já tentou surpreender seus colegas de treino? Então agora deixo aqui uma dúvida para você!

                Qual a pontuação que recebi após ter invertido meu adversário durante a videoaula? Deixa sua resposta aí nos comentários!

 

                Gostou do artigo? Compartilha com seus colegas de treinos e se inscreve na lista de e-mails para receber os próximos artigos em primeira mão!

                OSSS

Pin It

Comentários  

+1 #3 +1 Uma vantagem!!! 08-03-2018 02:24
Vantagem para inversão?! Agora até eu fiquei na dúvida, kkk.
Citar
+1 #2 carlos ruas 08-03-2018 01:51
Não tem pontos. Pois foi apenas uma inversão.. oss
Citar
+1 #1 Guilherme 07-03-2018 14:01
Não teve pontuação.. foi apenas inversão. Certo professor? Vídeo TOP!
Citar

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Quem sou eu

Professor Matheus Zimmermann

             Meu nome é Matheus Zimmmermann, tenho 33 anos, e fui formado Faixa Preta de Jiu-Jitsu pelo Mestre Cézar Guimarães, mais conhecido como “Casquinha”.

            Represento a equipe Top Brother, que possui sua matriz localizada na cidade do Rio de Janeiro-RJ, e sou responsável pela filial no sul do Brasil, na cidade de Pelotas-RS.

Leia mais

Quer ficar por dentro de todos os artigos postando no ZJiuJitsu.com?
Cadastre-se GRATUITAMENTE na nossa lista de e-mails!